Laboratório Endocrimeta

Resultado de Exames

Central de Atendimento

(51) 3224.1788

ORIENTAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE APOIO

Coleta Domiciliar

Exames em sua residência ou trabalho.
Consulte essa facilidade, com atendimento
de Segunda à Sábado!

Intolerância alimentar

Descubra os alimentos que lhe fazem mal e adapte a sua dieta.

Intolerância à Lactose

Apenas com amostra de mucosa bucal.

Teste de Paternidade por DNA

Exame de Paternidade com certeza absoluta de 99,99%.

Sexagem Fetal

Conheça o sexo do seu bebê a partir da 8ª semana de gestação.

Exame de Calprotectina Fecal

TESTE DE CALPROTECTINA FECAL  é um novo exame no mix de Exames  Diferenciados do Laboratório Endocrimeta

Conheça mais sobre este novo exame que auxilia, inclusive, na identificação e diferenciação pelos médicos, das Doenças Inflatórias Intestinais (DII), Síndrome do Intestino Irritável, Doença de Crohn e Colite Ulcerativa.

A medida da Calprotectina fecal é um marcador excelente para a conveniente decisão dos médicos entre enviarem os pacientes para um exame invasivo como a colonoscopia  – Calprotectina elevada nas fezes pode significar doença inflamatória intestinal ativa -,  ou se tratar de síndrome do intestino irritável.

O que é calprotectina?

É uma proteína antimicrobiana liberada pelos neutrófilos no intestino frente a uma exposição da mucosa a uma inflamação. Ela pertence a família de proteínas S100 que se ligam ao cálcio e ao zinco. Está presente no sangue e nas fezes, mas apresenta grande concentração nas fezes quando há inflamação no intestino. Os níveis de Calprotectina nas fezes são cerca de 6 vezes maiores do que os encontrados no sangue, o que a torna um bom marcador de inflamação intestinal.

Como analisar a calprotectina?

A calprotectina pode refletir a existência da inflamação como a sua severidade, ou seja, níveis altos indicam que a doença está na fase ativa e, quanto mais alto estiver, mais grave é a inflamação. Ela também é útil para o acompanhamento da resposta ao tratamento e prevenção de recidivas. Nesse caso é muito importante dosar a calprotectina fecal após a introdução de um novo tratamento/medicamento.

Calprotectina fecal negativa não deve ser interpretada como ausência de patologia orgânica intestinal. Pode ser apenas ausência de inflamação intestinal causada por neutrófilos.

Como é feito o exame da calprotectina?

É uma exame com coleta em amostras normal de fezes, na qual você deve colher as fezes e colocá-las em um frasco coletor e entregá-las no Laboratório em até 2 horas após a coleta.
A quantificação é realizada por metodologia enzimaimunoensaio.

Vantagens:

–         Método não invasivo: é necessário apenas uma amostra simples de fezes colhida em um frasco;
–         Em determinadas situações, pode substituir a realização de exames tradicionais como Colonoscopia e Endoscopia;
–         A sensibilidade é de até 97,7% colaborando para o médico realizar o diagnóstico e a diferenciação entre as várias doenças do intestino com sintomas semelhantes;
–         Maior rapidez no resultado do diagnóstico;
–         Maior agilidade no início do tratamento com maior benefício ao paciente, quando identificada alguma doença no resultado do exame;

Para mais informações sobre qual unidade, valores, condições, ou dúvidas, ligue para nossa Central de Atendimento ao Cliente: 51 3224 17 88, ou solicite através do nosso Chat online no site www.endocrimeta.com.br